44.° Encontro Europeu de Taizé

O Papa enviou uma mensagem aos participantes no 44.° Encontro Europeu da comunidade ecuménica de Taizé, que decorre em Turim, com transmissão online, convidando-os a superar o pessimismo.

“O vosso encontro realiza-se num momento em que há inúmeras inquietações”, assume Francisco, que alude à pandemia e à crise climática, elogiando os jovens que decidiram enfrentar “corajosamente” estas questões.

“É quando estamos juntos que o Espírito de Deus sopra de modo especial”, acrescenta a mensagem, enviada através do secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin.

Tal como aconteceu em 2020, o Encontro Europeu de Jovens de fim de ano, promovido pela Comunidade de Taizé, tem limitações devido à propagação da Covid-19, sendo restringida a presença nos eventos de Turim (Itália); todos os que se tinham inscrito são convidados a acompanhar as orações e momentos de reflexão, através das transmissões no YouTube.

“Se não faltam os motivos de angústia, é igualmente verdade que o Espírito de Deus não cessa de trabalhar e de despertar criadores de fraternidade, de solidariedade e de unidade”, indica a mensagem pontifícia.

Além do Papa, o encontro de Taizé recebeu mensagens de líderes cristãos e responsáveis internacionais.

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, sublinha no seu texto que o mundo precisa do compromisso dos jovens “mais do que nunca”.

“A pandemia de Covid-19 expôs um mundo de fragilidades e injustiças. Deve ser um ponto de inflexão para uma ação ousada e transformadora”, apela o responsável português.

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, destaca o exemplo das novas gerações, que “sacrificaram muito da sua liberdade pela saúde e segurança de outras pessoas”, durante a pandemia, justificando assim a decisão de proclamar 2022 como Ano Europeu da Juventude.

Contacte-nos

Comunicação

Geral

Siga-nos

©2021 Diocese de Santarém — Todos os direitos reservados.