Arquivo Diocesano

 

Apresentação

 

O Arquivo Diocesano de Santarém é um serviço administrativo que integra os Serviços Gerais da Diocese de Santarém, e foi criado por Decreto de D. Manuel Pelino Domingues, promulgado em 5 de abril de 2012, por ocasião da Missa Crismal. Resulta dos propósitos assumidos pela Diocese de Santarém, através do Protocolo de Colaboração para a implementação da ROTA DAS CATEDRAIS, assinado em 14 de fevereiro de 2011, e do Protocolo de Colaboração celebrado com a Direção Regional de Cultura de Lisboa e Vale do Tejo e a Direção-Geral dos Arquivos, em 21 de outubro de 2011, com o objetivo de concretizar uma estratégia de salvaguarda, recuperação e valorização do património documental diocesano.

 


 

Inspiração e Missão

 

O Arquivo Diocesano de Santarém tem na promoção da dignidade da pessoa humana através dos Bens Culturais da Igreja a sua razão de ser, ao serviço da evangelização, da pastoral, da cultura e do desenvolvimento sustentável da sociedade.

 

Missão

 

O Arquivo Diocesano de Santarém é um serviço pastoral especialmente vocacionado para promover a salvaguarda do património documental da Diocese de Santarém, em todas as suas vertentes, através da sua identificação, caraterização, conservação, valorização, investigação e divulgação. É também responsabilidade do Arquivo prestar apoio aos serviços centrais e demais organismos diocesanos, bem como às entidades sujeitas à jurisdição diocesana, nomeadamente as Paróquias, para implementação de boas práticas no que concerne ao património documental, quer seja de natureza histórica quer ainda durante a fase ativa da documentação. O Arquivo Diocesano de Santarém integra também, entre as suas valências e nos termos do Decreto fundacional, o domínio do Património Cultural Imaterial da Diocese de Santarém.

 

Ainda que pertença e esteja ao serviço da Igreja diocesana, uma entidade religiosa privada, revestida de um carácter eminentemente pastoral, o Arquivo Diocesano de Santarém está ao serviço de toda a sociedade, constituindo-se património cultural de todos e para todos.

 


 

Projectos em Curso

Cuidar a memória é também preparar o futuro.

 

O Arquivo Diocesano de Santarém reúne documentação desde o século XV até à atualidade, muito embora um ou outro testemunho alcance, quanto a conteúdos, a primeira metade do século XIII. Com uma extensão de cerca de 750 m.l., até ao momento, e ainda em expansão por via de incorporações e depósitos contratualizados, o Arquivo custodia um património cultural muito diversificado e relevante para a preservação, o estudo, e o conhecimento da História do Ribatejo. E também do itinerário histórico de inúmeras instituições do Patriarcado de Lisboa (sobretudo nas áreas do Oeste e da própria Cidade de Lisboa), a que o território da Diocese de Santarém pertenceu até 1975. Deve-se o facto, aparentemente estranho, ou quando menos inesperado, em razão do antigo Seminário Patriarcal, a que aquelas entidades, por meio dos seus bens patrimoniais, estiveram ligadas.

 

Os suportes documentais são os mais diversos, desde o pergaminho, o papel, a madeira, o metal, a provas fotográficas, negativos, películas de filmes, fitas magnéticas, entre outros. E a gama das tipologias é tão vasta quanto representativas estas das ações das mulheres e dos homens, como também das entidades e instituições, ao longo de séculos, que produziram os testemunhos preservados: registos paroquiais, aforamentos de terras, róis de confessados, capítulos de visitas, fotografias de procissões, cartazes de festividades, jornais ou filmes, inventários, contratos, livros de contas, entre muitos outros exemplos.

 

O Arquivo Diocesano de Santarém custodia também um significativo património bibliográfico, essencialmente constituído por Livro Antigo, desde a primeira metade do século XVI, proveniente sobretudo da antiga Biblioteca do Seminário Patriarcal, mas também resultado de outras incorporações, seja de pequenos núcleos paroquiais, seja de acervos pessoais.

 

No âmbito dos trabalhos que desenvolve, o Arquivo Diocesano de Santarém persegue pressupostos veiculados pelas ciências da informação e documentação, adotando práticas de acordo com as normativas internacionais (ISAD G) e as orientações emanadas pelos organismos nacionais (Arquivo Nacional Torre do Tombo, Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas; Conferência Episcopal Portuguesa) por forma a garantir uma futura recuperação da informação que assegure a sua difusão e trabalho em rede.

 

Nos termos previstos no Decreto fundacional, o Arquivo Diocesano de Santarém, obtida prévia autorização do Bispo Diocesano, pode adquirir, seja por incorporação, se aplicável, seja por doação, compra, ou qualquer outro título, a contratualizar, documentos históricos, ou legalmente equiparáveis, de qualquer natureza, produzidos (ou legitimamente integrados) por instituições e serviços com, ou sem, ereção canónica, não diretamente tutelados pela Diocese de Santarém, bem como por pessoas individuais, desde que tais documentos manifestamente contribuam para salvaguardar a memória da vida cristã de pessoas, instituições e comunidades, direta ou indiretamente relacionadas com o espaço territorial que configura a Diocese, ou, que, não revestindo tal natureza, assumam relevância para a compreensão do itinerário de memória da Igreja diocesana.

 

Ainda que em fase de organização, o Arquivo Diocesano de Santarém abre as suas portas à consulta, sempre que possível, e desde que seja feito contacto prévio.

 

Lista de Projetos em curso

 

  • - Salvaguarda Documental dos Arquivos Paroquiais
  • - Recolha de fotografias e outros testemunhos da vivência religiosa das comunidades (acervos particulares)
  • - Desinfestação por meio de anoxia de toda a documentação em depósito
  • - Organização da antiga Biblioteca do Seminário

 

Principais Fundos

 

  • - Cúria Diocesana
  • - Seminário de Santarém
  • - Paróquias
  • - Confrarias e Irmandades
  • - Associações, Movimentos e Obras
  • - Arquivos pessoais

 


 

Contactos

 

E-mail:     arquivodiocesanosantarem@gmail.com

Telefone: 243 30 40 60

                 243 30 40 65

 

Morada:  Edifício do Seminário

                Praça Sá da Bandeira

                2000-135 Santarém

 

Responsável Técnica: Alexandra Xisto