Ribeira Branca

  • Missas

    - Domingo, 09:30h | Igreja Paroquial (no Verão)
    - Domingo, 16:00h | Igreja Paroquial (no Inverno)

  • Sobre

    Constituída por duas terras gémeas – Ribeira Branca e Ribeira Ruiva –, que o Rio Almonda separa e uma ponte reúne, e ainda por um Casal que da Pinheira houve nome, a Ribeira teve gente nobre na Quinta da Paz ou de Santo António.
     

    A igreja dedicada a Nossa Senhora da Conceição, será bem antiga, pois, segundo o testemunho de P.e Manuel de Oliveira e Silva, terá sido feita freguesia em 1568. No entanto, é dois anos mais antigo o primeiro assento paroquial.
     

    Do seu património artístico, ressalta a paroquial revestida de azulejos seiscentistas nas paredes da nave, do coro e da capela-mor, que deixam lugar para oito painéis cerâmicos de figura, com destaque para o do Santíssimo Sacramento sobre o fecho do arco triunfal da capela-mor; a talha setecentista dos retábulos do altar maior e dos altares colaterais; o púlpito de madeira trabalhada com dossel; as imagens de Nossa Senhora do Rosário, S. José com o Menino e S. Miguel Arcanjo, todas de madeira policromada e estofada, e a de S. Sebastião, de pedra, seiscentista.
     

    No adro da igreja, um curioso cruzeiro diz ser de 1617.