Pinheiro Grande

  • Missas

    - Sexta-Feira, 18:00h | Igreja Paroquial
    - Sábado, 17:30h | Igreja Paroquial

  • Sobre

    No século XVI, uma enorme cheia na Ribeira do Casal Velho destruiu a povoação do Pinheiro, constituída, nesse tempo, apenas por treze habitações e um templo. Em presença de tão funesto acontecimento, os seus habitantes resolveram reerguer a povoação, dando-lhe o nome de Pinheiro Grande, em virtude de existir ali um pinheiro de grandes dimensões que, por ter secado, foi mandado cortar pelo comendador D. João de la Cueva, em 12 de Fevereiro de 1775. Media o pinheiro 19,5 varas de comprimento e 23 palmos de largura.

     

    Esta povoação, de raízes muito antigas, foi Comenda da Ordem dos Templários até 1311 e pertenceu à Ordem de Cristo, de 1319 a 1834. Além de um hospício, existiu em Pinheiro Grande um convento, o Convento de Santo António, fundado por D. Manuel I em 1519 e destinado a frades Franciscanos.

     

    Do património artístico e cultural, salientam-se a tela Visão de S. Francisco Xavier (?) do século XVII, atribuída a Bento Coelho da Silveira, e a imagem de Santa Maria de Pinheiro Grande, de pedra de Ançã.