Alcobertas

  • Missas

    - Sábado, 19:30h | Igreja Paroquial
    - Domingo, 09:00h | Igreja Paroquial (no Inverno)
    - Domingo, 12:00h | Igreja Paroquial (no Inverno)
    - Domingo, 11:30h | Igreja Paroquial (no Verão)
    - Quinta-Feira, 09:30h | Igreja Paroquial

  • Confissões

    - Quinta-Feira, 19:00h - 20:00h | Cartório (Casa Paroquial)

  • Sobre

    A paróquia de Alcobertas,como o próprio nome indica, localiza-se na freguesia de Alcobertas, pertencente ao concelho de Rio Maior, pertencia ao concelho de Alcanede e pertencente agora ao concelho e Vigararia de Rio Maior. Abrange  uma área de 32 km2, parte dos quais inseridos no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, e possui uma paisagem original muito apreciada, que lhe é conferida pelo maciço calcário estremenho. São vários os lugares que esta histórica paróquia abrange, nomeadamente: Alqueidão, Barbines, Barreira da Mata, Casal da Velha, Casais Monizes, Chãos, Fonte Longa, Portela da Teira, Ribeira das Neves, Sourões, Teira, Valteira, Ribeira de Cima. Além da Igreja matriz, existem atualmente capelas nos lugares de Fonte Longa, Casais Monizes, Teira, Sourões e Chãos.

    A Igreja Paroquial de Alcobertas, também conhecida como Igreja de Santa Maria Madalena, padroeira deste lugar, tem adjacente uma capela adaptada de um monumento megalítico funerário, demoninado de anta ou dólmen, do período Neolítico com datação estimada de 4000/3500 a.C.. A época da cristianização deste monumento é desconhecida até à data atual.

    A 4 de julho de 1536, por carta do Arcebispo de Lisboa, Cardeal de São Brás, esta ermida é elevada a igreja matriz com jurisdição paroquial. Cerca dos séculos XVII/XVIII, dá-se a rotação desta igreja para a posição atual. Deste modo, o dólmen deixou de funcionar como capela e altar-mor, passando a ser uma capela lateral. Há registo de várias ermidas erguidas nesta região (século XVIII), sendo elas: ermida do Espírio Santo (Alcobertas), ermida de São Lourenço (Alqueidão Velho), ermida de Santo Amaro (Sourões) e ermida de Santo Inácio, Bispo, (Teira).

    Avultam ainda no património artístico a imagem da Imaculada Conceição, as imagens da padroeira Santa Maria Madalena e de S. João Baptista, a pia baptismal do século XVI e a pia de água benta da mesma época que tem traça idêntica à do baptistério, e um Cristo na Cruz, oitocentista.