Beselga

  • Missa

    - Domingo, 09:00h | Igreja de S. Silvestre da Beselga

  • Sobre

    É paróquia com cerca de 300 anos, desmembrada de S. Miguel de Porrais (Carregueiros). É também designada por S. Silvestre – referência ao orago, que foi papa, e cuja memória litúrgica ocorre a 31 de Dezembro. Situa-se na parte Oeste da vigararia e concelho de Tomar, a confinar com a paróquia de Assentiz, já pertencente a Torres Novas.

     

    A primeira referência histórica a esta freguesia, que conhecemos, data de 1701. Consta da lista das 12 que então havia no concelho de Tomar e diz o seguinte: «S. Silvestre, 80 habitantes. A matriz (1701) está na estrada que vai de Coimbra para Lisboa. S. Lourenço tem uma ermida deste santo».

     

    Outra, datada de 1747, diz: «Beselga. Orago: S. Silvestre. O vigário tem de renda 20 alqueires de trigo; 60 alqueires de cevada; 3 cântaros de azeite; 36 almudes de mosto; e 100$000 réis em dinheiro. Pertencem-lhe as Ermidas: Sant’Ana, no lugar da Carregueira; e S. Lourenço, fora do povoado. Há nesta aldeia, em dia de S. Silvestre, um pequeno mercado, depois da missa, a que vêm procissões de romagem: uma de S. Miguel de Carregueiros, outra da Freguesia de Assentis (Torres Novas) e outra da Freguesia de Ceissa (Ourém). No adro se acha uma calçada subterrânea sobre argamassa, feita de pedrinhas quadradas do tamanho de dados, de várias cores, à maneira de embrechado de curioso artifício (mosaico romano); e juntamente um cano de telhões por onde algum dia corria água».

     

    Actualmente, os lugares de culto na paróquia são três: igreja paroquial e as capelas de Santo António (Vale do Calvo-Longra) e Santa Ana (Carregueira). A capela de S. Lourenço já não existe.