Madalena

  • Missas

    - Domingo, 10:15h | Igreja Matriz de Cem Soldos
    - Domingo, 11:45h | Igreja Matriz da Madalena

  • Sobre

    Este nome – Madalena – advém-lhe do seu orago: Santa Maria Madalena. Sabe-se, por documentos antigos, que já em 1390 havia, pertencente à paróquia da vila de Tomar, mas sem pia baptismal, a igreja de Santa Maria Madalena. Mas só em 1521 a paróquia foi criada (separada de Santa Maria de Tomar), juntamente com outras, «para em ela e cada uma delas os fregueses ouvirem Missa e receberem os sacramentos».

     

    Por Regimento de D. João III, feito em Lisboa a 4 de Fevereiro de 1530, fica-se sabendo, outrossim, que «a Igreja Matriz está a meio da freguesia, cujo adro é quadrado e mede 50 varas de lado Este, Norte e Sul, e 42 de Poente».

     

    E que, além da matriz, tem mais: o mosteiro de Nossa Senhora da Anunciada da Ordem de S. Francisco dos Descalços, onde chamam o Cerzedo; S. Miguel, entre os Caniçais e Carvalhal Pequeno; S. Sebastião, em Cem Soldos; Santa Marta, no Marmeleiro; Sant’Ana, na Quinta de D. Miguel do Vale; S. Pedro dos Portos, junto à Ribeira de Beselga, no caminho que vai para Torres Novas e Paialvo; e Santa Margarida, na limitação da Comenda de Cem Soldos.

     

    Os lugares de culto são os seguintes: igreja paroquial (Santa Maria Madalena); S. Sebastião, em Cem Soldos; Santa Margarida, nos Gaios; Nossa Senhora da Saúde, em Porto Mendo; e Santa Marta, no Marmeleiro.