Jovens portugueses peregrinam a Roma para receber os símbolos da JMJ

Jovens portugueses peregrinam a Roma para receber os símbolos da JMJ
Peregrinação será em abril deste ano de 2020

O Comité Organizador do Local (COL) da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em Portugal vai promover uma peregrinação de jovens a Roma para acolher os símbolos da JMJ no dia 5 de abril de 2020, Domingo de Ramos.

De acordo com a informação enviada à comunicação social, o acolhimento dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude, a Cruz e o Ícone de Nossa Senhora ‘Salus Populi Romani’, é organizada pelo COL e pelos COD’s (Comité Organizador Diocesano) e convida os jovens portugueses, das várias dioceses, a peregrinar a Roma entre os dias 3 e 6 de abril do próximo ano.

O programa prevê um encontro na Igreja de Santo António dos Portugueses e uma peregrinação por outras três igrejas de Roma, no sábado, o encontro com o Papa Francisco para a receção dos símbolos da JMJ, no domingo, e o regresso a Portugal na segunda-feira, dia 6 de abril.

A Cruz e Ícone de Nossa Senhora ‘Salus Populi Romani’ vão permanecer em Lisboa durante a Semana Santa do próximo ano, iniciando depois uma peregrinação por dioceses de fora de Portugal, onde regressam em novembro permanecer em todas as dioceses portuguesas até junho de 2022.

As informações sobre a peregrinação a Roma para acolher os símbolos da JMJ, o programa, as condições da viagem e do alojamento vão estar disponíveis em www.jmjlisboa2022.org.

A Cruz e o Ícone de Nossa Senhora foram entregues pelo Papa João Paulo II aos jovens em abril de 1984 e marcaram o início de uma peregrinação da juventude de todo o mundo como sinal do “amor do Senhor à humanidade e anúncio que somente em Cristo morto e ressuscitado existe salvação e redenção”.

A próxima Jornada Mundial da Juventude vai decorrer em Portugal, no verão de 2022, e tem por tema “Maria levantou-se e partiu apressadamente”.

Adaptado de Agência Ecclesia 

Sexta, 3 de Janeiro de 2020