Conselho Geral da Cáritas Portuguesa reuniu em Fátima

Conselho Geral da Cáritas Portuguesa reuniu em Fátima

O Conselho Geral da Cáritas Portuguesa reuniu 19 representantes diocesanos neste fim-de-semana, sob a presidência de D. José Traquina, bispo de Santarém e Presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana.

D. José, pediu aos participantes que a opção preferencial pelos pobres não se reduza “à responsabilidade de um grupo restrito”, mas se alargue “comunitariamente como força libertadora e necessária para a construção da civilização do amor”.

A Cáritas Portuguesa anunciou que está a implementar um “sistema de prevenção e proteção” para crianças e pessoas vulneráveis, seguindo as indicações do Papa Francisco para evitar novos casos de abusos sexuais. “A Cáritas Portuguesa está a desenvolver um Sistema de Prevenção e Proteção que será apresentado no início do ano de 2020. Esta reflexão está a ser feita como um contributo à própria sociedade na medida em a Proteção de Criança, Jovens e Pessoas Vulneráveis é uma responsabilidade de todos”, refere o comunicado final do Conselho Geral da organização católica, que decorreu em Fátima, entre sábado e domingo.

O objetivo, refere o documento enviado à comunicação social, é “assegurar a proteção a crianças, jovens e pessoas vulneráveis”, perante os diferentes cenários de abuso.

O Conselho manifestou a sua solidariedade para com as vítimas do terramoto na Albânia e aprovou um apoio financeiro para ajuda à resposta de emergência de 25 mil euros, a partir do Fundo de Emergências Internacionais da Cáritas Portuguesa.

O Conselho Geral terminou com a celebração da Eucaristia, durante a qual foi entregue a “Luz da Paz” referente à “Operação 10 Milhões de Estrelas – Um Gesto pela Paz”.

 

Fotografia: Cáritas Portuguesa

Segunda, 2 de Dezembro de 2019