Proposta Mensal de Oração pelas Vocações

Proposta Mensal de Oração pelas Vocações
Desde Fevereiro de 2017 o secretariado da pastoral das vocações reiniciou o envio de uma proposta mensal de oração pelas vocações.

O Amor fez - Se

Solidariedade

com a

Humanidade

 

Introdução:

Na tradição da Igreja o mês de Junho é o mês dedicado do Coração de Jesus. Falar do Coração de Jesus é falar do infinito amor de Deus por todas as pessoas. Neste mês somos convidados a contemplar Deus amor, contemplando Jesus, rosto humano de Deus. Queremos neste tempo louvar e agradecer a solidariedade de Deus para com todos os seres humanos, oferecendo toda a Sua vida aos homens, e mulheres de todos os tempos como sinal do Seu Infinito amor: Ele, sendo rico, fez-Se pobre por vós, para vos enriquecer pela sua pobreza (2Cor 8,9). É d´Ele que aprendemos o estilo de vida simples e livre, fruto da confiança e na bondade de Deus Pai. A oração é sempre uma oportunidade para uma relação intima e pessoal.

CÂNTICO:

Deus é Amor, aquele que permanece no amor permanece em Deus e Deus permanece nele.

Ezequiel 36,25-28

Derramarei sobre vós uma água pura e sereis purificados; Eu vos purificarei de todas as manchas e de todos os pecados. Dar-vos-ei um coração novo e introduzirei em vós um espírito novo: arrancarei do vosso peito o coração de pedra e vos darei um coração de carne. Dentro de vós porei o meu espírito, fazendo com que sigais as minhas leis e obedeçais e pratiqueis os meus preceitos. Habitareis no país que dei a vossos pais; sereis o meu povo e Eu serei o vosso Deus.

Silêncio

Salmo 139 (138) (jogral)

Todas: Senhor, Tu examinaste-me e conheces-me,

1 Sabes quando me sento e quando me levanto; à distância conheces os meus pensamentos.

2 Vês-me quando caminho e quando descanso; estás atento a todos os meus passos.

3 Ainda a palavra me não chegou à boca, já Tu, Senhor, a conheces perfeitamente.

4 Tu me envolves por todo o lado e sobre mim colocas a tua mão.

5 É uma sabedoria profunda, que não posso compreender; tão sublime, que a não posso atingir!

Todas: Tu, Senhor, me conheces perfeitamente.

1 Onde é que eu poderia ocultar-me do teu espírito? Para onde poderia fugir da tua presença?

2 Se subir aos céus, Tu lá estás; se descer ao mundo dos mortos, ali te encontras.

3 Se voar nas asas da Aurora ou for morar nos confins do mar

Todas: Formaste-me no seio de minha mãe.

4 A tua mão há-de guiar-me e a tua direita me sustentará.

5 Se disser: «Talvez as trevas me possam esconder, ou a luz se transforme em noite à minha volta»,

1 Nem as trevas me ocultariam de ti a noite seria, para ti, brilhante como o dia.

2 A luz e as trevas seriam a mesma coisa!

3 Tu modelaste as entranhas do meu sere formaste-me no seio de minha mãe.

Todas: Tu modelaste as entranhas do meu ser

4 Dou-te graças por tão espantosas maravilhas; admiráveis são as tuas obras.

5 Quando os meus ossos estavam a ser formados, nada disso te era oculto. Os teus olhos viram-me em embrião.

Todas: Dou-te graças por tão espantosas maravilhas

1 Tudo isso estava escrito no teu livro.

2 Todos os meus dias estavam modelados, ainda antes que um só deles existisse.

Todas: Dou-te graças por tão espantosas maravilhas; admiráveis são as tuas obras.

Não fostes vós que me escolhestes; fui Eu que vos escolhi a vós e vos destinei a ir e a dar fruto, e fruto que permaneça; e assim, tudo o que pedirdes ao Pai em meu nome Ele vo-lo concederá. É isto o que vos mando: que vos ameis uns aos outros.”

Silêncio Cântico: Eu te amo oh Senhor Deus em quem acreditei, ilumina o meu caminho e contigo avançarei. Minha força e meu refúgio eu te amo ó Senhor, em ti ponho a confiança porque és meu salvador.

REFLEXÃO

A Palavra de Deus diz que os jovens devem ser tratados «como irmãos» (1 Tm 5, 1), e recomenda aos pais: «Não irriteis os vossos filhos, para que não caiam em desânimo» (Col 3, 21). Um jovem não pode estar desanimado; é próprio dele sonhar coisas grandes, buscar horizontes amplos, ousar mais, ter vontade de conquistar o mundo, ser capaz de aceitar propostas desafiadoras e desejar contribuir com o melhor de si mesmo para construir algo superior. Por isso, insisto com os jovens para não deixar que lhes roubem a esperança, repetindo a cada um: «Ninguém escarneça da tua juventude» (1 Tm 4, 12); CV15.

Silêncio

Pai - Nosso (De mãos dadas)

Oração

Deus, nosso Pai, ao enviares o Teu Filho Jesus, quiseste vir ao nosso encontro. Queremos agradecer-Te, hoje, por continuares a chamar, no barco da Igreja, pescadores para o alto mar, para a missão de chegar a todos.

Concede-nos, pela graça do Batismo, o dom da escuta da Tua voz e da resposta generosa.

Desejamos abrir-nos ao “sonho maior”: discernir a vocação que nos torna servidores da alegria do Evangelho. Dá-nos a coragem de arriscar, como a jovem Maria, para sermos portadores da Tua promessa.

Ámen

 

                                                          CÂNTICO FINAL: O amor de Deus

                                                          repousa em mim O amor de Deus me

                                                          consagrou. O amor de Deus me

                                                          enviou A anunciar a Paz e o Bem.

 

 

Sexta, 7 de Junho de 2019