CNE assinala Dia Mundial, na festa de São Jorge

CNE assinala Dia Mundial, na festa de São Jorge
Celebração marca regresso às atividades presenciais do Corpo Nacional de Escutas

O Corpo Nacional de Escutas (CNE) comemora, esta sexta-feira, o Dia Mundial do Escutismo, na data da festa litúrgica do seu padroeiro, São Jorge.

A celebração marca também “o regresso da totalidade da associação às atividades presenciais após o longo período de confinamento”, entre sábado e domingo, realça um comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

O retorno das atividades onde o método escutista pode ser vivido na “sua plenitude através da realização de atividades na natureza”, será fundamental para “atenuar as consequências negativas provocadas pelos sucessivos confinamentos e ajudar os jovens a serem os protagonistas do seu próprio crescimento”, acrescenta a nota.

Devido às restrições que ainda se vivem, as regiões de Lisboa, Porto, Aveiro e Santarém vão realizar atividades “maioritariamente em formato online”.

“As dinâmicas serão vividas localmente, em pequenos grupos e cumprindo todas as medidas de segurança preconizadas pela Direção Geral de Saúde”, acentua o comunicado.

No Dia Mundial do Escutismo, o Corpo Nacional de Escutas o realça “o papel do movimento na promoção da paz”.

Presente em quase todos os países do mundo, o Escutismo vê “o seu trabalho, pela contribuição global para a paz e para o diálogo, reconhecido através da nomeação para o Prémio Nobel da Paz 2021”, sublinha o CNE:

Desde a sua fundação, em 1907, o movimento, que conta atualmente “com mais de 54 milhões de escuteiros e está presente em mais de 200 países e territórios”, tem procurado “trilhar este caminho da construção da Paz, ensinado aos jovens os valores do respeito e dever para com os outros”.

Através da ação pedagógica, junto das crianças e jovens, o CNE trabalha “um conjunto de valores como a fraternidade, o respeito, a tolerância e amizade”.

Adaptado de Agência Ecclesia

Sexta, 23 de Abril de 2021