Semana de oração pelos seminários

Semana de oração pelos seminários
Semana terá lugar de 1 a 8 de novembro

O presidente da Comissão Episcopal Vocações e Ministérios (CEVM) referiu que a “opção pela vida sacerdotal”, com o pedido de ingresso ao seminário, “exige hoje, porventura mais do que noutras épocas, uma fé corajosa”.

“Numa cultura que promove o provisório e induz ao experimentalismo, uma opção de tal radicalidade supõe uma fé capaz de arriscar, uma fé consciente de que é preciso deixar algumas pedras preciosas porque se encontrou o verdadeiro tesouro”, escreveu D. António Augusto Azevedo, na sua mensagem para a ‘Semana dos Seminários’ 2020, que decorre de 1 a 8 de novembro.

Na informação enviada hoje à Agência ECCLESIA pela CEVM, o bispo de Vila Real deixa votos de que esta Semana dos Seminários sirva para “despertar em todos três atitudes”: “Gratidão, compromisso e esperança”.

“Damos graças a Deus porque continua a chamar alguns para serem pastores do seu povo e por todos os jovens e adultos que souberam escutar e responder com generosidade, fazendo parte das comunidades dos vários seminários do país”, começa por explicar D. António Augusto Azevedo, que expressa também gratidão “às equipas formadoras dos seminários e a todos os professores e colaboradores”.

O responsável católico assinala que o “compromisso de todos” com o seminário “é indispensável” para que ele cumpra a sua missão, uma “responsabilidade” pedida, “antes de mais, ao clero chamado a assumir o seu papel no processo formativo e a manifestar solicitude, comunhão e proximidade para com o seminário”, mas também às famílias e comunidades cristãs.

“Os cristãos não esqueçam que o seu compromisso para com os seminários se pode manifestar de tantas formas: na oração, na ajuda material e outras expressões de interesse e preocupação”, realça o presidente da Comissão Episcopal Vocações e Ministérios.

A terceira atitude é a “esperança” e D. António Augusto Azevedo afirma que “é o sentimento que pode crescer” com a celebração da Semana dos Seminários.

“Esperamos que os jovens e adultos a quem o Senhor continua a chamar não tenham medo e saibam responder com generosidade e alegria”, acrescenta.

A Semana dos Seminários de 2020 tem como fonte de inspiração uma passagem do Evangelho segundo São Marcos: ‘Jesus chamou os que queria e foram ter com Ele’ (Mc. 3,13).

“O chamamento que o Senhor fez então, continua a fazê-lo nos nossos dias. Trata-se de uma escolha livre, uma eleição surpreendente, puro dom da graça divina e não resultado dos méritos ou propósitos humanos. A vocação sacerdotal é, de facto, da ordem do mistério, do mistério da liberdade divina que se entrelaça com a liberdade do homem”, desenvolveu o bispo de Vila Real.

Os subsídios para a Semana dos Seminários 2020, que incluem um guião, sugestões de catequeses e aulas da disciplina de EMRC – Educação Moral e Religiosa Católica, uma oração, o hino e um cartaz.

Os materiais foram preparados pelos formadores das dioceses do Algarve, Beja e Évora e estão disponíveis no sítio online da Comissão Episcopal Vocações e Ministérios.

Adaptado de Agência Ecclesia

Quarta, 14 de Outubro de 2020