Padre Fernando Brito partiu para a Casa do Pai

Padre Fernando Brito partiu para a Casa do Pai

A Diocese de Santarém informa que faleceu hoje o padre Fernando Brito Antunes.
A Paróquia da Serra, a qual serviu e onde residiu nos últimos anos no lar da localidade, numa nota que publicou esta tarde, afirma que ficou mais pobre com a partida do Padre Fernando de Brito, fundador do Centro Social e Paroquial da Serra.

O pároco emérito da Serra, de 91 anos de idade, esteve internado em Abrantes, tendo falecido em Tomar. Foi ordenado sacerdote a 29 de Junho de 1953. 
O funeral acontece, amanhã, terça-feira, pelas 17h30, na Igreja paroquial da Serra de Tomar, presidido pelo Bispo da Diocese, D. José Traquina. O corpo chegará à Igreja paroquial pelas 14h30, e será sepultado no cemitério da Junceira, terra natal do Pe Fernando.

Agradecemos o testemunho e a doação deste pastor na nossa Diocese, especialmente na vigararia de Tomar, pedindo a Jesus o Bom Pastor que o acolha junto do Pai. 

Nota Biográfica:

Padre Fernando de Brito Antunes, presbítero da Diocese de Santarém, adormeceu no Senhor no dia 27 de julho de 2020, no Centro Hospitalar do Médio Tejo - Hospital Nossa Senhora da Graça – Tomar, onde se encontrava internado.

As suas exéquias irão decorrer no dia 28/07/2020, na Igreja Paroquial da Serra de Tomar. O seu corpo chegará à Igreja pelas 14,30h e pelas 17,30h o Sr Bispo de Santarém presidirá à missa exequial; seguir-se-á a sepultura no cemitério da Junceira, de onde ele é natural. O Padre Fernando nasceu no dia 03/03//1929, em Junceira, Tomar, filho de José Antunes e de Maria da Conceição Antunes.
Foi ordenado presbítero em 29/06/1953 por D. Manuel Gonçalves Cerejeira, ficando ao serviço da Diocese de Lisboa. Foi incardinado na Diocese de Santarém logo após a sua criação. O P. Fernando Brito Antunes fez os estudos teológicos nos Seminários do Patriarcado e frequentou o terceiro ano do Conservatório Nacional. Após a ordenação de Presbítero, inicia o exercício do ministério sacerdotal ao serviço do Seminário dos Olivais.

Em outubro de 1966 é nomeado diretor espiritual do Seminário de Santarém. Em 21 de setembro de 1967, vai para pároco de Almeirim, acumulando, a partir de 17/10/1967, o cargo de Vigário da Vara de Salvaterra de Magos e Almeirim e interinamente de Chamusca e Golegã.
Em 15 de setembro de 1976, vai para pároco da Serra e da Junceira, acumulando, a partir de 24/10/1991, com o ofício de Vigário Adjunto de Tomar. Em 04-06-2006, cessou as funções de Pároco de Junceira.

Em 04-04-2017, foi liberto das responsabilidades paroquiais, ficando Pároco Emérito da Serra.

No que se refere à ação socio-caritativa, além do acolhimento das três crianças que ajudou a educar e da sua caridade pessoal, promoveu a grande transformação, renovação e ampliação do Lar de Nossa Senhora da Purificação da Serra e a criação do Centro Social Paroquial da
Serra. Homem de fé, obediente ao Bispo, determinado e corajoso, tinha grande preocupação com a salvação de quantos lhe estavam confiadas. Sempre procurou mais servir do que deixar que os outros o servissem.

A Diocese agradece o serviço e a generosidade que sempre teve para com todos.

Segunda, 27 de Julho de 2020