Brasão diocesano

brazao

Brasão de Armas da Diocese de Santarém

Depois de procurar os melhores símbolos para representar a nossa Diocese, a escolha recaiu em cinco elementos que parecem sintetizar muito bem a nossa igreja diocesana: a “Cruz de Cristo”, lembra a Ordem de Cristo com sede a norte do nosso território, na cidade de Tomar onde deixou um notável património construido; o “Grande Tejo” que atravessa o escudo e geográficamente a diocese, mostrando assim que a realidade eclesial se estende para uma e outra margem; a “Lua” (crescente) símbolo da Imaculada Conceição, padroeira da catedral e da diocese; as “Doze Estrelas” que com o crescente são os símbolos tradicionais e bíblicos de Nossa Senhora da Conceição, aqui, unem toda a realidade diocesana em comunhão; por último, o “ouro” de fundo que recorda as lezírias e terras férteis do Ribatejo, sinal de santidade e Graça de Deus.

 

Leitura heráldica

Escudo oval, de ouro, com faixa ondada de azul e prata, de três tiras; em chefe, Cruz da Ordem de Cristo, de vermelho aberta de branco e em campanha, um crescente de azul; em orla, doze estrelas de azul. O escudo é encimado por uma mitra branca, com os seus fanhões, tudo forrado de vermelho e ornamentado de ouro. Listel branco com legenda em letra gótica de negro “Diocese de Santarém”.

 

Pintado à mão por José Bénard Guedes

Back to Top