Missa na Catedral lança Ano Missionário

Missa na Catedral lança Ano Missionário

Missa na Catedral lança Ano Missionário

Sem comentários em Missa na Catedral lança Ano Missionário

No dia 16 de julho, a Igreja de Santarém celebra o aniversário da sua criação como diocese. A nova diocese desagregou-se do Patriarcado de Lisboa no ano de 1975. No primeiro aniversário que celebra à frente da diocese, o novo bispo D. José Traquina teve a iniciativa de convocar a diocese para iniciar o ano pastoral 2018-2019, partindo da Catedral, como Igreja mãe, no também aniversário da dedicação do altar desta em 1985. O lançamento do ano pastoral ocorreu assim com estes três eventos: 1) a celebração da Solenidade da dedicação da Sé, 2) as nomeações de cargos referentes ao próximo ano; 3) e o lançamento da primeira nota pastoral de D. José Traquina na diocese de Santarém.

A celebração da dedicação da catedral é, liturgicamente, festa em toda a diocese, porque marca a maternidade da Igreja, a partir da sua união ao sucessor dos apóstolos na sua sede. Por isso, a liturgia da Catedral deve ser exemplarmente bem celebrada e frutuosamente vivida. Deste modo aconteceu nesta celebração que se reveste do sinal visível da comunhão dos padres e das diversas comunidades com o bispo. O pedido de participação do Sr. bispo foi recebido com entusiasmo pelas muitas pessoas das várias comunidades da diocese que marcaram presença nesta celebração.

Ao ser necessário provir de estruturas capazes ao serviço das comunidades, o Sr. Bispo lançou também as nomeações de cargos eclesiais para as estruturas da diocese. Na cúria diocesana (que é o conjunto de instituições e pessoas que prestam serviço ao Bispo no cuidado da organização da diocese (cf. Código de Direito Canónico 469)) destaca-se a alteração na organização da pastoral vocacional com a nomeação da ir. Inês Senra, serva de Nossa Senhora de Fátima, para um cargo na diocese. Por ser necessário uma nomeação com caráter de estabilidade, como o sr. bispo alude na carta, também os vigários forâneos (padres responsáveis das vigararias) foram reconduzidos. Nas nomeações de diáconos, é oficializado o serviço do diác. Paulo Campino como coordenador da formação dos diáconos permanentes. Finalmente, referente ao serviço das paróquias, foram nomeados três padres como párocos de algumas paróquias, bem como alguns diáconos para colaborarem com os párocos. Dentre estas nomeações para as paróquias destaca-se a primeira nomeação do recém ordenado diác. João Ramalho Ribeiro.

A grande novidade da celebração deste ano do aniversário da diocese foi o lançamento da nota pastoral programática para o próximo ano, o que antes acontecia em outubro. Esta nota é composta por quatro partes: uma mensagem do Sr. bispo; objetivos para balizar o ano; calendário diocesano; e a mensagem da Conferência Episcopal que ecoa a proposta de um ano missionário. Na sua mensagem, D. José apresenta o ano missionário como uma proposta acolhida pelos bispos após o desafio do Papa Francisco. A sua proposta está marcada pelo pedido de um estilo sinodal em toda a Igreja, que requer a conversão permanente de cada um.

Back to Top