Vigília de Oração de Taizé

Vigília de Oração de Taizé

Vigília de Oração de Taizé

Sem comentários em Vigília de Oração de Taizé

Neste ano em que celebramos o Sínodo dos Jovens (Outubro de 2018), e no ano em que faz 25 anos que se iniciaram as peregrinações a Taizé na nossa Diocese, quisemos assinalar o momento com uma Vigília de Oração, com os jovens vindos de toda a Diocese. É do conhecimento de todos nós a existência de vários grupos que rezam nas suas paróquias durante o ano, porém, desejámos que este momento fosse a oportunidade ideal de todos se reunirem como Diocese, com todos os que iriam a Taizé nos dias seguintes (quase 600 jovens), os que já tinham ido, os que nunca foram, mais, os que desejavam (apenas) rezar.

E foi assim que aconteceu…

No passado dia 2 de Fevereiro, na Festa da Apresentação do Senhor, por sinal uma noite bem fria, várias centenas de jovens provenientes das diversas comunidades cristãs da nossa Diocese, encheram por completo o Convento de S. Francisco para rezarem ao jeito de Taizé. Foram chegando e sentando-se no chão escolhendo o espaço que mais lhes proporcionasse a oração. Se no exterior do convento o barulho, os risos, os abraços eram sinal de acolhimento, de festa, de entusiasmo pelo encontro que estava a acontecer, ao entrarem no edifício todo aquele rumor se transformava em silêncio ao som das músicas de Taizé. Durante mais de uma hora o silêncio era o grande alicerce do Convento, o canto a melodia que brotava do coração de cada um, a escuta de Deus o filão que percorria todo aquele espaço. Foi neste ambiente que chegou o nosso Bispo, para rezar com os jovens, para falar aos jovens a entusiasma-los a deixarem que Jesus seja a luz da sua vida. Os olhos de toda aquela gente estavam fixos na Cruz no centro de toda a celebração, atentos às palavras do nosso Bispo como que dizendo, queremos amar cada vez mais a Jesus.

Foi interessante os testemunhos que muita gente dava dizendo que aquele momento de oração “foi um reviver da sua experiência em Taizé, há 10, 15….25 anos”. Outros afirmavam, “devemos repetir mais vezes estes tempos de oração”. Agora é tempo de dizer ao mundo a oração é força do nosso caminhar, é encontro com Deus e com os outros.

A oração fortalece a nossa fé, e coloca-nos em atitude de escuta, para acolhermos a novidade que Jesus quer colocar em nossas mãos, afim de sermos luz, que brilha nas trevas. Uma luz que, tal como diz o cântico, é uma “luz pequenina” mas que quer brilhar na nossa vida, na nossa escola, na nossa família….

Esta Vigília contou com o apoio de muitos movimentos (SDEIE, CNE, SDPJ, CF…). Obrigado a todos os que ajudaram e a todos os que estiveram presentes.

Queremos partilhar com todos vós alguns vídeos da nossa Vigília de oração. E desejar a todos os que partem para Taizé nos próximos dias, um boa peregrinação. Que esta seja marcada pelo silêncio, pelas questões que fazemos diante de Deus, pela oração e pela vivência com entusiasmo da nossa fé. Boa viagem!

Cartaz de Divulgação:

 

Back to Top